Terça-feira, 17 de Março de 2009

Pesquisa aponta os carros mais roubados no Brasil

Uma pesquisa semestral feita pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) aponta os modelos de carros mais roubados de janeiro a junho de 2008 no país. O levantamento é feito com base nos dados enviados semestralmente pelas seguradoras. A partir deles, a empresa calcula o chamado "índice de roubo" levando em conta o número de carros expostos, suas versões e o tempo em que o veículo está segurado.

Para apresentar uma amostragem significativa, a Susep considerou, no levantamento feito a pedido do G1, somente os 100 automóveis com maior exposição, ou seja, os mais segurados. Veículos que não têm seguro não aparecem nesta estatística.

É exatamente o "índice de roubo" que explica o fato de no topo da lista estar o Fiat Uno Mille quatro portas, com 436 roubos registrados no período. Este número representa 3,67% dos 11,8 mil veículos deste modelo segurados. Por este motivo o Fiat Uno Mille aparece, por exemplo, na frente de carros como o Volkswagen Gol Special Xtreme 1.0 Mi 2p, com o triplo de roubos no período (1.236), mas com menor índice (2,28%).

Entre os 15 modelos mais roubados, versões distintas do Gol aparecem nove vezes na lista. O Gol mais roubado é o modelo 1.0 Power 16 V quatro portas (3,47%) - em segundo lugar logo atrás do Fiat Mille. Em terceiro figura o VW Santana 1.8 (2,47%) e, em quarto, a VW Parati 1.6 (2,34%).
Também aparecem no top 15 o Fiat Palio Celebration 1.0 Fire Flex 8V 4 portas, que ocupa a 12ª colocação, e a Kombi Standard, em 14º lugar.

Roubo por região

O levantamento de roubo por localidade utiliza o mesmo critério mencionado. Nele, a região metropolitana do Rio de Janeiro ocupa o topo no ranking de roubos, com 8.741 ocorrências para cada 354.024 carros segurados e índice de roubo de 2,47%.

Em segundo lugar vem a região de Campinas, no Interior de São Paulo, com 3.518 roubos para cada 181.192 veículos expostos (1,94%) e a região metropolitana de São Paulo, com 20.460 ocorrências para cada 1.131.485 automóveis (1,81%). Porto Alegre e Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, e Litoral Norte e Baixada Santista, em São Paulo ocupam, respectivamente, o quarto e o quinto lugar na incidência de roubo de carros.

O preço do seguro

O índice de roubo desempenha um papel fundamental no valor do seguro do carro. Veículos que ocupam o topo da lista apresentam um preço mais elevado em relação a um automóvel menos visado. Por questões estratégicas as seguradoras hesitam em revelar os locais onde os roubos são mais frequentes, mas deixam escapar que em regiões como Cangaíba, na Zona Leste de São Paulo, por exemplo, o risco é maior do que em bairros como o Tremembé, na Zona Norte da cidade. É bom lembrar que além de características do veículo como modelo, ano e marca, o perfil do segurado e a região por onde ele circula também são levados em conta pelas seguradoras.

Fonte: G1____________________________________________________________________
Este texto pode ser copiado, distribuído, reproduzido, transmitido ou publicado em outros sites desde que mantidas as mesmas referências ao autor e à este Portal (www.PesquisadorModerno.com.br)