Terça-feira, 3 de Fevereiro de 2009

Facebook quer vender dados de usuários para empresas

O fundador e presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou planos de comercializar os dados dos 150 milhões de membros da rede social a empresas como ferramenta de pesquisa de marketing. As informações são do jornal britânico The Guardian.

Zuckerberg demonstrou ao público do Fórum Econômico Mundial em Davos como a rede de relacionamento social pode ser usada para pesquisar grupos específicos de usuários. Ele pediu a usuários da Palestina e de Israel sua opinião sobre questões de paz, apresentando os resultados dentro de minutos.

Isto poderia reduzir ou mesmo eliminar as pesquisas com grupos de consumidores, gerando resultados bem mais rápido, segundo o presidente do Facebook. Ele disse também que o Facebook tem acompanhado o "humor" dos usuários pelo que eles fazem online. Essas informações são potencialmente importantes para grandes marcas. A tecnologia de publicidade usada no Facebook já permite que anunciantes determinem que tipo de usuário verá seu anúncio ao se conectar à rede social. Grupos específicos podem ser escolhidos de acordo com o sexo, idade e localização que o usuário declara ao se cadastrar.

O Facebook já tem uma ferramenta chamada Facebook Lexicon, que permite acompanhar os assuntos que estão sendo discutidos na rede social, com base nas mensagens trocadas por amigos. Isso mostra que a companhia já tem um banco de dados considerável com informações de usuários que pode ser explorado em pesquisas de marketing.

Fonte: Terra Tecnologia____________________________________________________________________
Este texto pode ser copiado, distribuído, reproduzido, transmitido ou publicado em outros sites desde que mantidas as mesmas referências ao autor e à este Portal (www.PesquisadorModerno.com.br)