Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009

INTERNAUTA LEVA EM CONSIDERAÇÃO A OPINIÃO DE OUTROS USUÁRIOS ANTES DE COMPRAR EM UMA LOJA VIRTUAL

Pesquisa realizada pela F/Nazca com o apoio do Datafolha aponta que o número de brasileiros que utilizam das ferramentas da internet como base ativa de consumo cresce a cada dia. O estudo que analisou internautas com mais de 16 anos verificou que dos 64,5 milhões de pessoas que têm acesso a web, 51% comentaram que a busca por informações generalizadas são o principal motivo da navegação e os 48% restantes sempre procuram sites com opinião de seus pares publicados na rede antes de efetuar algum tipo de compra no varejo on-line.

Os dados revelam que a rede possibilita a interação de compradores e vendedores on-line, 26% dos entrevistados disseram que já publicaram opinião em sites que compraram. Anderson Honoratto, analista de negócios da Tray Sistemas, verificando essa necessidade, criou dentro da página de cada produto disponível na loja virtual, um local para que todos os compradores exponham suas experiências e opiniões sobre a mercadoria, além disso, essa nova ferramenta possibilita que o cliente com sua opinião, pontue o produto como excelente, ótimo, bom ou ruim, possibilitando uma maior garantia e finalização nas compras.

Outro fator que atualmente contribui para ampliação dessa comunicação informal sobre produtos e serviços na web, são as chamadas redes sociais e blogs. Muitos internautas estão utilizando essas ferramentas por possibilitarem maior abrangência nacional. A rapidez na velocidade da informação transmitida possibilita que inúmeras pessoas tenham acesso a esses conteúdos e o utilizem como forma de pesquisa de opinião.

Para Reinaldo Martins, coordenador de marketing da Tray Sistemas, com a popularização das redes sociais as empresas e principalmente as lojas virtuais estão cada vez mais preocupadas com a imagem que elas estão transmitindo aos consumidores. "Hoje o consumidor tem o poder de propagar uma imagem positiva ou negativa de uma marca para milhões de pessoas. Por isso além das empresas prezarem por um bom atendimento e qualidade dos produtos e serviços que proporcionam, também deve estar atentas a repercussão que a imagem de sua marca está tendo na rede, monitorando, interagindo e colaborando com as comunidades virtuais", conclui.

Fonte: SEGS Portal.____________________________________________________________________
Este texto pode ser copiado, distribuído, reproduzido, transmitido ou publicado em outros sites desde que mantidas as mesmas referências ao autor e à este Portal (www.PesquisadorModerno.com.br)