Quinta-feira, 4 de Dezembro de 2008

Redes Sociais podem trazer mais retorno que anúncio publicitário

No Brasil as chamadas redes sociais vêm ganhando destaque graças a sites como o Orkut. De acordo com pesquisa divulgada em junho pelo IBOPE//NetRatings, mais de 20 milhões de pessoas navegaram em sites relacionados a comunidades, fotologs, videologs e mensageiros instantâneos e outras páginas de relacionamento on-line, um valor que representa cerca de 90% do total de usuários que acessam a Internet mensalmente.

Todas essas formas de transmitir informação geram uma interação que se contrapõe aos convencionais meios de comunicação como televisão, rádio ou jornais. O estudo Edelman Trust Barometer, pesquisa que busca entender como as pessoas formam suas opiniões hoje, indicou que os entrevistados confiam mais em seus pares do que em especialistas ou em acadêmicos. Daí a força das redes sociais para motivar a tomada de decisões”, destaca Luiz Alberto Ferla, CEO da Knowtec - empresa especializada em inteligência competitiva.
Segundo Ferla, o levantamento do IBOPE/NetRatings aponta ainda que campanhas on-line partindo de blogs ou outras redes sociais podem ter impacto 500 vezes maior do que as feitas a partir dos sites das próprias empresas. “Tudo isso evidencia que a utilização de mídias sociais já não é mais uma simples tendência. Por isso, empresas estão investindo em profissionais que entendam desse tipo de comunicação e que vivam realmente essa realidade. Não adianta apenas participar de fóruns, colocar vídeos na rede ou criar blogs corporativos. É fundamental que a equipe inteira acompanhe esse movimento que está revolucionando a forma de se comunicar”, afirma.

Fonte: O Barriga Verde
____________________________________________________________________
Este texto pode ser copiado, distribuído, reproduzido, transmitido ou publicado em outros sites desde que mantidas as mesmas referências ao autor e à este Portal (www.PesquisadorModerno.com.br)